Produtos Estruturados

O que são?

Produtos Estruturados oferecem ao investidor particular a hipótese de diversificar a carteira de investimentos, dando acesso a uma grande variedade de classes de ativos tais como ações, mercadorias, índices ou uma combinação entre elas.

O investidor irá beneficiar da subida do ativo subjacente de que o produto é composto. Muitos Produtos Estruturados oferecem também garantia de capital, o que significa que todo o investimento feito inicialmente será devolvido, se o produto for mantido até à maturidade. Os nossos Produtos Estruturados têm tipicamente prazos entre 3 a 5 anos.

Para os Produtos Estruturados que oferecem garantia de capital, o pagamento do capital inicialmente investido está dependente da capacidade do emitente cumprir as suas obrigações e apenas disponível se o produto for mantido até à maturidade.

O que acontece se quiser vender antes do final do prazo?
Se investir até ao final do prazo, o Cliente beneficiará da garantia de capital se aplicável. Se o prazo for demasiado longo e houver necessidade imprevista de liquidez por parte do Cliente, o investidor poderá vender a obrigação, a preço de mercado, apenas com o custo da transação em mercado secundário. Contudo o Cliente poderá receber menos do que investiu inicialmente, caso a obrigação esteja abaixo do valor nominal;

Disponibilidade Limitada – não perca a oportunidade
Para garantir que recebe todos os benefícios da garantia de capital, caso seja oferecida, terá de subscrever o Produto Estruturado diretamente do Barclays Bank (através do mercado primário). Recorde que este mercado primário só está disponível por um período limitado de tempo. Depois deste período, os produtos estruturados estão disponíveis para compra e venda em Mercado Secundário, onde a proteção de capital, caso exista, já não poderá ser garantida.

Produtos Estruturados poderão ajudar a:

  • Definir claros objetivos de investimento;
  • Adicionar flexibilidade à sua estratégia de investimento, assim como a possibilidade de vender a qualquer momento;
  • Selecionar o perfil de risco / retorno mais adequado para si (a maioria dos produtos estruturados reembolsam no mínimo o capital inicialmente investido na maturidade);
  • Diversificar o seu portfolio com uma exposição global;
  • Acesso a uma gama variada de ativos subjacentes.

Produtos Estruturados – Mercado Secundário

No mercado primário, os Produtos Estruturados são apenas oferecidos através de uma Agência do Barclays ou através do BarclaysNet, mas assim que são cotados em mercado secundário, podem ser transacionados como qualquer obrigação, com um preço de compra e um preço de venda, determinado pelas condições de mercado.

O que é o mercado secundário?
Produtos Estruturados dão aos investidores a oportunidade de deter investimentos com exposição a uma classe de ativos e a um prazo que corresponda à sua estratégia de investimento. Investidores podem vender Produtos Estruturados antes da sua maturidade, tirando proveito do retorno até ao momento e podendo investir noutro ativo ou mercado. É importante notar que apesar de alguns Produtos Estruturados garantirem o capital inicialmente investido independentemente da evolução do subjacente, isso só acontece na maturidade. Por isso, se vender o Produto Estruturado antes da maturidade poderá receber menos do que investiu inicialmente.

No Mercado Secundário o emitente atua como market marker, podendo o Produto Estruturado ser transacionado quer via BarclaysNet, quer via Agência.

Porquê comprar um Produto Estruturado em mercado secundário?

O preço de um Produto Estruturado em mercado secundário irá variar de acordo com diversos fatores, incluindo:

  • Preço / Performance do Ativo Subjacente;
  • Taxa de Juro;
  • Risco de crédito do emitente.

Por esta razão o valor de um Produto Estruturado pode variar acima ou abaixo do par (100% do valor inicialmente investido). Este facto pode proporcionar uma oportunidade para a compra abaixo do par, levando a um retorno superior quer mantendo o Produto Estruturado até ao vencimento, quer vendendo em Mercado Secundário, antes do vencimento.

Que emissões poderão interessar a um comprador em Mercado Secundário?

Capital garantido. Se o investidor está a comprar um Produto Estruturado com capital garantido, i.e., um produto que garanta o valor nominal na maturidade, em Mercado Secundário deverá ter em atenção:

  • O preço atual vs o valor nominal – O produto será reembolsado ao par, acrescido ou não de uma remuneração variável, pelo que se o Produto Estruturado com garantia de capital é comprado acima do par, o capital investido em Mercado Secundário não será garantido na maturidade. Contudo, baseado no retorno potencial da remuneração variável, o investidor poderá considerar pagar mais do que o valor nominal por este investimento. Por outro lado, caso o Produto Estruturado esteja com um preço abaixo do valor nominal, existe uma oportunidade para realizar um ganho de capital apenas mantendo o investimento até à maturidade, adicionado a qualquer remuneração variável que o produto possa oferecer;
  • O valor atual do subjacente comparado com o seu valor inicial, uma vez que esta diferença será importante para determinar a remuneração variável a pagar
  • A qualidade de crédito do emitente para cumprir as suas responsabilidades financeiras.

Capital em risco. Se o investidor está a comprar um Produto Estruturado com risco de capital, i.e., um produto que não garanta o valor nominal na maturidade independentemente do valor do ativo subjacente, em Mercado Secundário deverá ter em atenção:

  • Foi quebrada a barreira de proteção de capital em alguma altura da vida do produto? Se aconteceu, provavelmente o subjacente terá de valorizar para o seu valor inicial para ver pago o valor nominal acrescido de alguma remuneração. Se este facto não acontecer, o reembolso será abaixo do valor nominal e nenhuma remuneração variável será paga. O investidor deverá verificar atentamente todas as condições do Produto Estruturado para verificar o impacto deste evento;
  • O valor atual do subjacente comparado com o seu valor inicial, uma vez que esta diferença será importante para determinar quão perto está o subjacente de quebrar a barreira de proteção de capital. O investidor deverá notar que se um Produto Estruturado tem um preço muito abaixo do valor nominal, podendo parecer uma excelente oportunidade de investimento, pode na realidade refletir que a barreira de proteção de capital já foi quebrada, tendo o subjacente de valorizar até ao seu valor inicial para reembolsar ao valor nominal;
  • A perspetiva para o subjacente no prazo remanescente do Produto Estruturado. Mesmo que a barreira de proteção tenha sido quebrada, e como consequência o produto esteja muito abaixo do valor nominal, o investidor poderá ter uma visão favorável para o mercado subjacente e decidir que este facto representa uma excelente oportunidade de valorização quer para o prazo remanescente, quer por um período mais curto;
  • A qualidade de crédito do emitente para cumprir as suas responsabilidades financeiras.

Se comprar um Produto Estruturado abaixo do valor nominal irei beneficiar de um retorno superior?
Os juros recebidos na maturidade são baseados no valor nominal. Por esta razão, se um Produto Estruturado for comprado abaixo do par, terá o potencial para receber o ganho de capital resultante do reembolso ao par, assim como um retorno superior pois qualquer remuneração variável terá por base também o valor nominal. Contudo, este facto dependerá da performance do subjacente, das condições do Produto Estruturado e do investimento ser ou não mantido até à maturidade.

Conheça, hoje mesmo, os Produtos Estruturados Barclays.